Call of Cthulhu-Escuridão-Background

Como o nome indica, neste tópico estão as informações que interessam.

Call of Cthulhu-Escuridão-Conversa Mole

Aqui podem escrever o que vos apetecer, não tendo de ser relacionado com a campanha: dúvidas, sugestões, filmes que viram e que gostam, músicas, rpg's favoritos, etc. Não tem sequer de ser pessoas a participar na campanha.

Call of Cthulhu-Escuridão-Epílogo

Jan e Bruno

Extracto de uma carta do presidente da comissão de investigação do incidente “Escola C+S D. João I” ao ministério do interior:

 

“… a que uma escola inteira desaparecesse por 2 horas já foi mau, mas que ela reaparecesse depois pulverizando os agentes que estavam no terreno, torna a situação ainda mais melindrosa. Nenhuma explicação consegue ser plausível, mas creio que a justificação apresentada, das mortes se terem dado devido a uma fuga de gás que atingiu a zona e que levou a uma alucinação colectiva dos locais está a ser repetida pela imprensa (embora alguns dos jornais mais sensacionalistas coloquem isso em causa); apesar dos riscos políticos óbvios, parece-nos esta a melhor solução (felizmente as pessoas que tiraram fotos tinham ficado na zona, de modo que foi fácil confiscar-lhes as máquinas).

O balanço é assim de 356 mortos, 56 desaparecidos (2 dos alunos tinham afinal faltado às aulas para ir a um salão de jogos, e uma aluna para se encontrar com o namorado às escondidas) e 43 sobreviventes. O testemunho destes pouco ajuda aliás.

Vou aliás transcrever partes do testemunho do chefe de operações (do segundo grupo, dado que o primeiro ficou emparedado no edifico), e dos relatórios das equipas de salvamento (o relatório completo está no anexo) que depois entraram no edifício, para Vª Excelência perceber melhor o quão estranha foi a situação.

Quando ao fim de uma hora a equipa entrou, pela porta da frente, os membros aperceberam-se em choque que o corredor principal (bem iluminado), estava repleto de cadáveres de alunos e professores, que estavam virados para dentro da escola como se tivessem tentado fugir; todos estes tinham estranhas marcas nos corpos (o gabinete de medicina legal ainda não conseguiu identificar o que poderá ter feito as marcas).

Um pouco mais à frente encontraram corpos de ratazanas esmagadas de grande tamanho; no entanto o que enervou mais a equipa, foi considerar que as ratazanas tinham feições quase humanas (o laboratório para onde foram enviadas ainda não emitiu qualquer conclusão sobre as ditas ratazanas). Várias das salas estavam cheias de corpos; 3 delas no entanto não tinham ninguém. A equipa B seguiu pelo corredor do piso 0, onde encontrou um grupo de sobreviventes na cantina; consistiam em uma funcionária e numa dúzia de alunos de idade entre os 11 e 13 anos. Estavam visivelmente em estado de choque, falando de fantasmas, e referiam-se a um dos funcionários (um cidadão de origem polaca chamado Jan Mickiewicz) como tendo ido embora com os fantasmas em paz. Este foi encontrado mais tarde em estado de coma (situação que continua a intrigar os médicos que dizem que não existir nenhum motivo físico para estar em morte cerebral; de qualquer modo terá de se tratar do seu repatriamento o mais rápido possível para o seu país, ou então desligar a máquina). De resto, nada mais encontraram nesse piso

 

Mas o pior seria reservado para a equipa A.

Esta foi subindo as escadas por cima dos cadáveres dos infelizes. Depararam-se com o mesmo espectáculo. Um pouco mais à frente, um dos membros da equipa notou que uma menina tinha o crânio esmagado, provavelmente por uma barra de ferro; era um padrão completamente diferente do que fora até então encontrado e implicava que houvera violência normal.

O piso 1 foi vasculhado e depois seguiram para o piso seguinte. Aí encontraram mais cadáveres e 2 turmas de sobreviventes; tinham-se fechado dentro da sala ao ouvir gritos dos pisos inferiores e deste modo passaram incólumes (mas não conseguem apresentar qualquer justificação para o sucedido). Finalmente a equipa seguiu para o último piso. Encontraram mais uma turma (nas mesmas condições do piso debaixo). O choque foi na sala que serve para guardar livros e material escolar histórico.

A sala estava iluminada com velas e um estranho símbolo estava desenhado no chão; também estava um livro antigo em alemão (Unaussprechlichen Kulten) que se pode traduzir por algo como cultos inomináveis, capítulos traduzidos para português e uma folha muito amarrotada, que era um extracto de um capítulo (fotocópia em anexo).

Aí encontraram-se 2 alunas e 3 alunos vivos e 5 alunas e 1 professora mortos e todos nus. As alunas mortas tinham sido degoladas, a professora tinha as mesmas marcas dos alunos do piso 0 (por estranho que pareça, as alunas foram aparentemente mortas antes de tudo ter começado e a professora morreu muito depois dos alunos dos pisos inferiores). Uma das alunas e 2 alunos estavam desmaiados e o casal desperto estava acordado e abraçado mas em estado de choque (ainda estão em estado de catatonia no hospital). A primeiro conclusão lógica a tirar, seria de que as 5 alunas teriam sido mortas pelos sobreviventes, mas o que vou relatar a seguir altera completamente as conclusões que se podem tirar.

Foram encontradas 5 ratazanas aí nessa sala. Uma investigação sobre a Professora (de nome Albertina), revelou que tivera uma filha que fora morta 30 anos antes. Tudo indicava que fora morta por 5 colegas, mas dado que estas pertenciam a famílias influentes, o assunto foi considerado um mero acidente e nenhuma medida disciplinar foi aplicada. A professora Albertina sofreu um esgotamento nervoso e foi colocada em horário 0 na biblioteca. Revelou-se que as 5 alunas mortas, eram filhas das 5 alunas que tinham sido acusadas de terem morto a filha da professora 30 anos antes. Mas o mais perturbador, foi que as 5 ratazanas tinham as feições dessas 5 alunas mortas.

Call of Cthulhu-Escuridão-Personagens

Name: Vitória Alves

Player: Lady Entropia

Occupation: Student in High school

Age: 16

Sex: Female

Mental Disorder:

Str: 9 Con: 7 Dex: 13 Size:9 Int:15 Edu: 14 App:16 Pow: 11 San: 55 Idea: 75 Luck: 55 Know: 70 Damage: 0 Hit Points: 8 Magic Points: 11

Skills: 

Biology: 40

Change appearance (makeup): 30

Computer : 40

Fast Talk: 55

History: 40

Jump: 55

Library search: 35

Listening: 60

Own Language: 70

Other language:

English: 45

French: 20

Persuade: 45

Psychology: 50 

Vitória é uma aluna proveniente da classe média alta; o seu pai é piloto de aviões comerciais, a mãe dedica-se a causas políticas fracturantes.  Nasceu e foi criada no Porto. É inteligente (sem ser brilhante) e bonita. Está no 11º ano; deveria estar num colégio, mas a mãe é absolutamente contra os colégios e o pai que passa pouco tempo em casa, não esteve para se aborrecer. Poderia ser muito popular na sua turma se não fosse um pequeno problema: é extremamente arrogante com o(a)s colegas que considera um bando de miúdo(a)s parvos(a) e fúteis que só pensam em saír, namorar e discoteca e cujo nível de conversa não passa do último episódio dos morangos com açucar ou a mais recente música da Shakira. Quer acabar o liceu o mais depressa possível para ir para a faculdade, e ser independente. Prefere os adultos que considera mais inteligentes e tem uma secreta paixão pelo professor de inglês e para impressioná-lo começou a ler livros em inglês, ver filmes sem legendas e está a pensar seriamente em inscrever-se em explicações ou numa escola de inglês para melhorar as suas competências.

  

 Name: Joel Costa

Player: Nazgul

Occupation: Teacher of mathematics in High school, with a master degree

Age: 30

Sex: Male

Mental Disorder:

Strength: 10 Constitution: 17 Dexterity: 12 Size: 12 Intelligence: 12 Education: 18 App: 9 Power: 9 Sanity: 45-1=44-5=39-3=36+1=37 Idea: 60 Luck: 45 Knowledge: 90 Damage: 0 Hit Points: 15 Magic Points: 9

Skills:   

Accounting: 45

Astronomy: 30

Credit rating: 40

Computer: 60

Driving: 40

Own language: 60

Other language: English: 30

Library search: 61

Listening: 45

Mathematics: 85

Mythos: 5 

Orientation: 40

Persuasion: 51

Physics: 61

Spot Hiden: 45 

Joel Costa em criança fora tímido e apagado, sendo posto de parte pelos professores. Chegado à faculdade, deu-se o mesmo fenómeno: por mais que se esforçasse e aplicasse, ninguém lhe dava o devido valor. Acabou por encher as fileiras de professores no secundário e graças às suas boas notas conseguiu colocação. Entretanto terminou um mestrado com uma tese notável, e uma universidade pareceu interessado em contratá-lo… assim que arranjasse verbas. Entretanto Joel vai dando aulas a alunos desinteressados, tendo por colegas, professores igualmente desinteressados.

Call of Cthulhu-Escuridão-Bruno

OOC: Dada a natureza específica da tua personagem, vou usar uma linguagem um pouco diferente. Se tiveres problemas com isso, podes dizer que eu altero e faço auto-censura

 

Huum, your so pretty

Not to talk with you would be a crime

Let put my arms around you

Let's go to use a little of your time

Estás a ouvir a canção "Baby baby"dos vibrators enquanto olhas para o decote da Tânia à tua frente. Ela também está de castigo na biblioteca como tu, mas não te liga nenhuma: consta que já foi comida por metade dos rapazes do 10º e 11º, só que tu aindas estás no 7º e ela no 8º; aí está uma boa razão para passar. Quem está a vigiar é a stora Margarida como substituta; se fosse como sempre a velha maluca da stora Albertina não te deixava estar com o mp3 ligado. E ainda está um bando de tótós a marrar voluntariamente na biblioteca. Que seca, e ainda são 17h58. Do bando de tótós, vês uma chavala (uma gaija sem graça e sem mamas), a Matilde a dizer-te qualquer coisa, e deduzes que seja para baixar o son. 

 

 

Call of Cthulhu-Escuridão-Jan

Estás na sala 6 (rés-do-chão, numa aula de matemática do 7ºH), e compreendes com dificuldade o que a professora está a dizer aos gritos, nitidamente descontrolada:

-Leve-me imediatamente este aluno ao Conselho Executivo, eu estou farta deste aluno e dos seus disparates, ele atrapalha a aula e não deixa os colegas trabalharem, e é um mau exemplo!

Call of Cthulhu-Escuridão-Joel

Estás na sala dos professores (que só tem outros 3), a corrigir testes. Olhas para o relógio, e são 17h59. Ainda faltam 10 minutos para tocar para fora, e a partir das 18h30 terás de esperar por quaisquer pais que queiram vir falar contigo sobre os seus filhos, já que és director de turma. Duvidas que algum apareça; só se costumam interessar lá para o 3º período. Sentes alguém aproximar-se, e vês o Almeida, o professor de educação física perguntar-te:

-Então também estás aqui preso?

Call of Cthulhu-Escuridão-Vitória

7 de Janeiro de 2008, 17h59 

Ouves a chuva a cair lá fora, e os carros a apitar devido ao caos do trânsito.

Estás sentada no teu local habitual junto à janela na segunda fila, na sala 202 (segundo piso). Apenas se ouvem alguns sussuros

A professora diz então na sua voz esganiçada:

-Tem um minuto para terminar o exercicio e depois começamos a corrigir.

Já o terminaste, e a Sandra a tua colega de carteira pergunta-te baixinho:

-Que é que fazes este fim-de-semana?