Artigo de Venda de Jogos na Página Principal

Reparei que surgiu um artigo de venda de jogos na página principal. Dado que me parece que foge um pouco aos regulamentos do AoJ ao não estar publicado na secção de Classificados a ainda por cima foi passado para a página principal retirei-o de lá contudo na minha opinião ele devia ser reclassificado.



Que dizem?

Boa. Estiveste bem.Despubliquei o artigo porque não consegui mudá-lo para a secção correcta.

Já enviei um email ao Soledade a esclarecer a situação.


Obrigado pela ajuda. :slight_smile:

Que eu saiba, o fórum só aceita conteúdos criados dentro desse módulo. Tudo o resto são artigos que podem estar num blogue, grupo ou livro.



Também já sabemos que é uma questão de spammar os comentários para aparecer o que se quiser no topo dos novos. Onde o conteúdo efetivamente está é praticamente indiferente para os utilizadores.

Discordo, Ricardo. Estar na página principal não é o mesmo que aparecer nos "novos" devido aos comentários repetidos. Um não tem a mesma visibilidade que outro especialmente quanto existem tantos anúncios de venda no segundo.

Bem que tentei move-lo para a área de classificados, mas não conseguia "agrafá-lo".

Como há sempre algum tópico afixado no topo, é sempre preciso fazer scroll down para ver os outros conteúdos da página principal enquanto que a barra dos novos comentários está sempre lá. Por isso, os utilizadores mais experientes colocam o que querem ver destacado num sítio qualquer e depois respondem a eles próprios. A separação de conteúdos praticamente já só é relevante para quem recebe mails do que for colocado dentro dos grupos.



Esta questão não é nova pois sabemos que é um ciclo vicioso que se criou e agora o pessoal só presta atenção aquela barra à esquerda. Os novos utilizadores que não conhecem o truque correm o risco de ver os seus posts ignorados. De qualquer forma, é verdade que, quando se tentou corrigir a situação, a comunidade não gostou quando se meteu no topo aquele menu de novos conteúdos que agora ficou no rodapé.