Regras nos jogos de tabuleiro

bem, esta semana deparei-me com ua situação que me deixou um pouco desiludido...

andava a "namorar" o jogo "world of warcraft: the boardgame" ha já alguns meses, ate que decidi oferecer uma prenda a mim mesmo, ao contactar a loja pedi inforamaçoes, qual o meu espanto quando pergunto se trazia algum tipo de instruçoes em pt (como manda a lei)... nao, nao trazia... respondem-me "sabe que não ha grande control nessas coisas, como sao jogos caros, na maioria importados nao se liga muito a isso..."

a minha questao é, sera que um miudo de 12 anos consegue ler e aproveitar ao maximo um jogo que tem um manual de tamanho consideravel, totalmente em ingles? mesmo que nao seja um miudo de 12, sera que o povo em geral nao tem direito a aproveitar este tipo de jogos?

devem estar a pensar que tudo isto é dor por me ter tocado a mim tambem, têm razao, eu domino basicamente o ingles, consigo ter uma conversa sem grande problema, mas um manual tem varios termos, varias indicações, que nao sao utilizados num dia a dia, já para nao falar dao tamanho consideravel, que em portugues ainda se "comia" mas em ingles torna-se complicado, daí a minha "revolta"...

queria abrir este espaço para saber o que acham sobre o assunto, para quem quiser ajudar e arranjar regras de jogos que estao originalmente em ingles, poder deixar aqui devidamente identificado, e ja agora se alguem me arranja as regras de world of warcraft: the boardgame em pt, nem que seja pt-br, agradecia... Laughing

Esse é efectivamente um dos grandes problemas do hobby e também a razão porque não cresce como gostariamos que crescesse. Aliás essa é também a razão porque não se vendem em Hipermercados dando toda vantagem nas vendas a jogos como o Monopolio, Risco, Pictionary ou mesmo o Trivial. Jogos que não têm interesse nenhum e que se vendem como caracóis no Verão.
Mesmo assim já se vai fazendo algumas coisas e começam a aparecer alguns jogos traduzidos, mas sem muita expressão na grande equação das coisas. O catan por exemplo, disse-me um dos responsáveis da Devir que se vende bastante bem e claro que o facto de estar traduzido em Português ajuda bastante.
A tradução, contudo, custa algum dinheiro e de facto não parece, pelo menos à primeira vista, que seja rentável fazê-lo. No entanto as lojas que os comercializam, ou as pessoas que tentam fazer negócio com os jogos poderiam fazer mais nesse sentido e fazer a tradução, elas próprias de alguns jogos que colocam no mercado. O problema é que dá trabalho. Um livro de regras como o do Warcraft dá um trabalhão enorme. Pagar a um tradutor é incomportável. Das duas uma, ou se tem o tal trabalho em traduzir as páginas do manual ou se vende com as regras em Inglês. Já percebeste qual a solução encontrada pelos distribuidores. O que me parece é que nesse sentido, os grandes prejudicados são mesmo os distribuidores, porque na verdade não fazem crescer os seus potenciais clientes, optando por tentar seduzir apenas aqueles que arranham a língua de sua majestade. Erro crasso, mal por mal, essas pessoas preferem comprar na net, onde os jogos são muito mais baratos.
Mas tou a falar como um papagaio. Não sei como funciona a nível de direitos, se as traduções podem ser feitas assim à maluca ou não. Eu, acho verdadeiramente inacreditável como um jogo como o Ticket to Ride ou o Puerto Rico não tenham uma versão portuguesa. Juntamente com o Catan devem ser dos jogos mais vendidos no mundo inteiro e parece-me que teriam muita aceitação aqui em Portugal, mas isso está dependente, claro, do livro de instruções em Português.
Mas vê lo www.boardgamegeek.com que normalmente têm muitas traduções em português do Brasil e também espanhol. Não é perfeito, mas pode ajudar.

[quote=hugocarvalho]Não sei como funciona a nível de direitos, se as traduções podem ser feitas assim à maluca ou não.[/quote]É uma discussão a decorrer no grupo "Divulgar o Hobby".

Concordo plenamente que a não inclusão de regras em português impeça a massificação dos jogos de tabuleiro, mas não nos esqueçamos que este hobby também não está massificado nos países de língua oficial inglesa apesar de ter sem dúvida outra expressão.

Temos de encarar a realidade da dimensão do nosso mercado e olhar para isto de uma prespectiva positiva. Desenvolvermos o nosso inglês enquanto fazemos uma actividade que gostamos só pode ser bom. Dominar o inglês é, hoje em dia, uma ferramenta básica na competetividade e o facto de sermos uma economia pequena é bom para conseguirmos isso (filmes e séries sem serem dobradas, jogos de tabuleiro ou de vídeo com tudo em inglês, livros específicos ou técnicos, recorrermos a sites internacionais, etc). Nesse aspecto temos grande vantagem face a espanhois, franceses, alemães e italianos.

[quote=hugocarvalho]
Eu, acho verdadeiramente inacreditável como um jogo como o Ticket to Ride ou o Puerto Rico não tenham uma versão portuguesa.[/quote]

O assunto do Ticket to Ride já está a ser tratado… Daremos novidades em breve sobre isso…

Runadrake’s Colosseum Romae
Travessa Henrique Cardoso, n.º 71-B
1700-227 Lisboa

Porreiro, tou em crer que vão ter bastante sucesso com isso. Toda a gente gosta do jogo e não vejo razão para não se transformar num sucesso (dentro do possível) de vendas.

[quote=hugocarvalho]Eu, acho verdadeiramente inacreditável como um jogo como o Ticket to Ride ou o Puerto Rico não tenham uma versão portuguesa.[/quote]Digamos que o Puerto Rico é um bocadinho mais difícil de traduzir do que o Ticket :slight_smile:

O Puerto Rico está traduzido em português. A versão que eu comprei na net surf trás as regras em português. Julgo que foi um investimento feito pela própria net Surf. Apesar disso encontras vários sitios onde podes descarregar essas mesmas regras.

from apple to earth